EIDE

O I EIDE – Encontro Ibero-americano de Educação nasceu como fruto da relação acadêmica proporcionada pelo acordo e foi realizado na UAH, Campus de Guadalajara, Espanha, de 18 a 21 de outubro de 2006. Em 2007, realizou-se o II EIDE na Faculdade de Ciências e Letras da UNESP, Campus de Araraquara-SP (FCLAr/UNESP). A alternância entre os parceiros ocorreu até 2012, quando a Universidade Metropolitana de Ciências da Educação de Santiago, Chile, manifestou seu interesse em abrigar o VII EIDE (2012). Outras Universidades associaram-se à UNESP e à UAH reivindicando a organização do evento. Assim o VIII EIDE (2013) retornou a Araraquara; o IX EIDE (2014) aconteceu na Universidad Autónoma de Bucaramanga (UNAB), Colômbia; o X EIDE (2015) ocorreu em Araraquara; o XI EIDE (2016) aconteceu na Universidad Veracruzana, México; o XII (2017) na UAH, Espanha; e o XIII (2018) na Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Perú.


O EIDE – além de criar uma arena de discussão para pesquisadores de diversos segmentos do conhecimento humano, espalhados pelos países ibero-americanos – apresenta a pesquisa produzida pelo Grupo de Investigação Cervantes, grupo que congrega professores da UAH e da UNESP; seus orientandos e um corpo de profissionais que atuam na área da Educação: profissionais do ensino, terapeutas ocupacionais, psicólogos, psicopedagogos, fonoaudiólogos e assistentes sociais que cooperam e agregam conhecimentos às investigações realizadas. Além disso, pesquisadores de outros países e de outras Instituições brasileiras colaboram e estabelecem diálogo com o Grupo Cervantes, como pode ser verificado, as publicações são reunidas em livros organizados, Anais, e na Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, que funciona atrelada ao grupo."